Centenas de atletas correm sábado à noite contra trabalho infantil

Segunda corrida do circuito #ChegaDeTrabalhoInfantil, campanha promovida pelo MPT nas ruas de Porto Alegre, buscou chamar atenção da sociedade para combater exploração do trabalho de crianças e adolescentes

Clique aqui para baixar do Flickr 58 fotos em alta definição (autor: Flávio Wornicov Portela / MPT).

Clique aqui para baixar do Flickr 60 fotos em alta definição produzidas pela Secom do TRT-RS.

Clique em LOCAL, em ALONGAMENTO, em  LARGADA e em TRABALHO LEGAL para acessar vídeos no YouTube (imagens: Flávio Wornicov Portela / MPT).

    A confortável temperatura de 20º e a ausência de chuva, na noite desta sábado (14/4), em Porto Alegre, foram mais duas variáveis motivadoras das centenas de pessoas que participaram da segunda etapa da corrida de rua da campanha #ChegaDeTrabalhoInfantil. A iniciativa pioneira do Ministério Público do Trabalho (MPT), com apoio do Ministério Público Estadual (MP/RS) e do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), é promovida em parceria com o Clube de Corredores de Porto Alegre (Corpa). Os corredores inscritos receberam, no próprio sábado, Kits com a camiseta do evento. Entre os atletas, estavam servidores do MPT.

     Os atletas começaram a chegar ao LOCAL a partir das 18h30min. O ALONGAMENTO da maioria foi animado. A corrida teve LARGADA, pontualmente, às 19h30min, na avenida Edvaldo Pereira Paiva, ao lado da Rótula das Cuais, nas modalidades 5km, 10 Km, 15 Km e  21.097m (meia maratona), nas categorias masculino e feminino. Também teve a caminhada livre de 3km (não competitiva). Na categoria infantil, as largadas foram a partir das 21h30min. O “Circuitinho” teve distâncias e idades variadas, em caráter não competitivo (participativo): 3 a 4 anos (50m), 5 a 6 anos (60m), 7 a 8 anos (80m), 9 a 10 anos (100m), 11 a 12 anos (200m) e 13 a 14 anos (400m). O evento foi animado, ainda, pela participação de um atleta vestido de Homem-Aranha e muita música dançante. Ao final da corrida, os atletas receberam água e isotônicos, bananas e maçãs, além das medalhas de participação.

     497 atletas, inclusive do Interior do Estado, das modalidades competitivas cruzaram a linha de chegada no tempo máximo permitido. Os vencedores da meia-maratona foram Rodinei Medeiros (masculino) com 1h10min24s e Débora Germani Dornelles (feminino) com 1h40min47s (100 atletas cruzaram a chegada). 15km: Gilnei Vitória Gomes (masculino) com 56min39s e Michelle Costa Andrades (feminino) com 1h06min20s (143 cruzaram). 10km: Gustavo Moreira de Bitencourt (masculino) com 33min59s e Bruna Faccini (feminino) com 42min50s (99 cruzaram). 5km: Jeferson Lopes (masculino) com 16min14s e Luzia Santos Pinto (feminino) com 21min52s (155 cruzaram). Além desses, mais alguns atletas cruzaram depois do tempo máximo. Também houve dezenas de participantes na caminhada e no "Circuitinho".

Resultados oficiais das competições estão disponíveis em Corpa.

16.084 fotos (pagas) da chegada dos corredores estão disponíveis em Foco Radical.

     Os organizadores avaliaram que a corrida foi um sucesso. A procuradora do MPT em Santa Cruz do Sul Enéria Thomazini informou que "o valor gasto para custear a organização resulta de ação civil pública (ACP) movida contra a JBS de Roca Sales. É muito importante ver tantas pessoas levando a mensagem do MPT de combate ao trabalho infantil. Com certeza, a corrida terá resultado muito positivo na discussão e na reflexão desse tema com a sociedade". A ação deverá ser estendida para todo País para dar maior visibilidade à campanha. Os troféus aos vencedores foram entregues pela procuradora Enéria e pela promotora de Justiça da Infância e da Juventude de Porto Alegre, Cinara Vianna Dutra Braga. As duas distribuíram revistinhas às crianças e ao público. O material estava em estande montada para as Instituições. O MP/RS estava com seu ônibus à dosposição do evento. Para atender aos competidores, a Unimed tinha ambulâncias e um ambulatório instalados no local, mais equipe médica e de enfermagem. Equipe do programa TRABALHO LEGAL gravou reportagem que será veiculada na TV Justiça.

     A ideia de unir esporte ao combate ao trabalho infantil já determinou participação do MPT na travessia Torres - Tramandaí, no início do ano, quando cerca de 3,2 mil atletas percorreram 82 quilômetros do litoral gaúcho, levando a mensagem da campanha nas camisetas, mochilas, medalhas e troféus. A primeira corrida de rua na Capital gaúcha foi realizada em 25 de março (1ª etapa). A terceira corrida acontecerá em 6 de maio (3ª etapa). Ambas são preparação para a 35ª edição da Maratona Internacional Porto Alegre, que acontecerá em 10 de junho, reunirá atletas de diversas nacionalidades em três percursos e que também terá participação da campanha do MPT. Também foi anunciada a realização da Corrida pela Adoção de Crianças, em 2 de setembro, promovida pelo MP/RS.

Leia mais

3/4/2018 - Terminam nesta quarta-feira inscrições para 2ª etapa do circuito #ChegadeTrabalhoInfantil
25/3/2018 - Centenas de pessoas correm contra trabalho infantil
8/3/2018 - #ChegaDeTrabalhoInfantil motiva circuito de corridas em Porto Alegre
26/1/2018 - De Torres a Tramandaí: uma corrida contra o trabalho infantil

Texto, fotos no Flickr e vídeos no YouTube: Flávio Wornicov Portela (reg. prof. MT/RS 6132)
Fixo Oi (51) 3284-3097 | Móvel Claro (51) 99977-4286 com WhatsApp
prt04.ascom@mpt.mp.br | www.facebook.com/mptnors | https://twitter.com/mpt_rs

Tags: Abril

Imprimir